segunda-feira, julho 04, 2011

DIGA NÃO A REDE RECORD


Milhões de pessoas freqüentam a IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) e acham que o Bispo Edir Macedo é um emissário de Deus. Respeito essas pessoas e defendo o direito que elas têm de acreditar no quê e em quem quiserem. Da mesma forma também quero que respeitem a minha total discordância do que é ensinado na IURD e praticado pelo Bispo. Se a questão toda fosse apenas essa, nada mais eu teria a dizer.

No entanto, o que eu tenho a dizer não se dirige aos adeptos da IURD e nem aos seguidores do Bispo, mas a todos os telespectadores brasileiros que, assim como eu, não concordam com a forma descarada com que o Bispo e seus asseclas enriquecem as custas da ingenuidade e desinformação do povo.

Conforme amplamente noticiado em muitos veículos de comunicação, o esquema de enriquecimento funciona da seguinte forma:

1. Os fiéis fazem doações na IURD crendo que estão fazendo negócios com Deus.

2. O Bispo pega o dinheiro das doações e compra espaço nas madrugadas da Rede Record pagando até quatro vezes o valor de mercado. Ou seja, a compra é superfaturada e se fosse feita por um Órgão Público os gestores seriam punidos por corrupção

3. A Rede Record recebe essa dinheirama e dá um Lucro estrondoso.

4. O Bispo Macedo e seus asseclas embolsam o Lucro da Rede Record legalmente e tornam-se assim, empresários de comunicação.

5. Se com o dinheiro dos ingênuos eles ficam ricos, com o poder da Rede Record eles conseguem apoio de políticos e autoridades que passam a defendê-los até quando são flagrados transportando milhões de Reais em jatinhos.

Em vista de tudo isso, o que os que gostariam de ver o fim desse esquema corrupto podem fazer, respeitando o direito dos ingênuos de continuarem doando dinheiro para a IURD? Sim, o que eu e você podemos fazer?

1. Não assistir mais aos programas da Rede Record enquanto o Bispo Macedo e sua turma forem os donos dela.

Não tenho nada contra os profissionais que lá trabalham. Acho que eles são tão dignos quanto os que trabalham em outras emissoras. Também não acredito que os controladores das demais emissoras sejam santos. Só que os demais fazem negócios em nome deles e de suas ambições, e não com o dinheiro supostamente dado para Deus nos templos da IURD. Portanto, eu não darei audiência para a Record enquanto o Bispo for o maior beneficiário, pois dando audiência para a Record EU também contribuo para o enriquecimento dele da mesma forma que fazem os que dão dinheiro na IURD.

2. Incentivar todos os meus amigos e contatos a fazer o mesmo.

Além de postar esse texto no meu blog e em todas as redes sociais que participo (Orkut e Facebook) também enviarei email a todos os contatos da minha lista convidando-os a participarem desse boicote até que a Rede Record mude de dono ou passe a ser um canal religioso como os demais – sustentando apenas por quem acredita no que o Bispo ensina e pratica.

3. Lembrar a todos do poder da Ação Direta e Não Violenta.

Muitos acham bacana ler sobre os feitos de Gandhi ou Martin Luther King. Raros são os que ousam imitá-los. Por isso, convido você que concorda comigo a fazer apenas a sua parte: não assistir a Record e convidar os seus amigos a fazer o mesmo. Sem violência e sem ódio. Apenas demonstrando que você não quer contribuir para o fortalecimento de um Império que se baseia no engano e usa o nome de Deus apenas para enriquecer.

Por enquanto é isso. Se você concorda, faça a sua parte e passe isso adiante.

Bento Souto

http://blogdobento.blogspot.com/

blogdobento@hotmail.com

6 comentários:

Bento Souto disse...

O casal de criminosos da Renascer foi preso por desviar dinheiro da igreja para os próprios bolsos. Macedo e a turma dele acharam uma forma legal de fazer isso. Mas, se dependesse só de mim, o império dele cairia hoje. Como sou chamado a fazer só a minha parte... estou fazendo. Faça a sua.

Cris disse...

Sua coragem para tomar essa atitude de enfrentamento, me incentiva a apoiá-lo na parte que me cabe, que é o de não aceitar mais a transmissão de qualquer programa veiculado pela Record em minha TV. Não quero contribuir para o crescimento do império sujo e inescrupuloso de Edir Macedo, e para isso, preciso fazer minha parte, ainda que pequena. Não quero ser mais uma a ficar de braços cruzados, criticando em particular e assistindo ao que é veiculado na Record, dando audiência e colaborando, de forma passiva, para o enriquecimento sujo dos corruptos que dirigem essa emissora. Tudo pode mudar, depende de cada um de nós tomar uma posição de protesto pacífico e consciente.
Não basta criticar, tem que ter atitude!!

Fernanda disse...

Acho que a conscientização dos que doam iludidos seria a melhor saída. Sem doações não haveria como construir esse império. O pior é que nem todos doam enganados, muitos sabem e querem que a Record cresça através dos bispos.

Sou contra toda e qualquer mídia que roube, alienie, apoie qualquer tipo de violência, seja Record, Globo ou qualquer outra.

Rui Elizeu disse...

Meu amigo, vou começar a fazer a minha parte também, como aquele pequeno papagaio tentava apagar o incêndio da floresta molhando-se no rio e agitando-se sobre as chamas enquanto voava, no que foi caçoado pela bicharada: - "não importa o que vocês digam, estou fazendo a minha parte", disse.
Abraço, grande Bento.

Nair Morbeck Sobrinha disse...

Uau!INDIGNADA..ENOJADA E DESESPERADA PORQUE EXISTEM MILHARES, SENÃO MILHÕES DE PESSOAS INGÊNUAS DANDO TUDO PARA ELES..ATRÁS DE PROMESSAS E MILAGRES..

Que o próprio Deus a seu tempo faça cair as escamas como o fez a mim..Deus vê o nosso coração...e Ele não nos deixa enganados muito tempo!

Shalom

Julio disse...

Olha vocês que criticam a iurd tudo bem pois eu acho um cúmulo roubar dinheiro em nome de deus mas dizer não a Record isso não vou fazer porque eu levanto a bandeira contra a globo que manipula a cabeça das pessoas clemência jornalismo que mente e esconde políticos e governantes,, e pelo que eu vejo a Record não faz isso, aí eh questão de valores, não misturar uma coisa com a outra